Estudos, — 22 Novembro 2012 — Sem comentários

Europeus aderem ao empreendedorismo

A crescente atitude positiva dos europeus face ao empreendedorismo foi uma das principais conclusões do relatório anual promovido pela Amway, em 16 países da Europa. O estudo “Potencial do Empreendedorismo em Tempos de Crise” inclui pela primeira vez dados sobre a realidade e a opinião dos portugueses, inquiridos no presente ano.

A conclusão dos resultados apresentados, que envolveu 18 mil participantes, revela que praticamente 70% dos europeus apresentaram uma atitude positiva perante a criação do próprio emprego, em Portugal a resposta foi de 67%, especificamente. Para além da atitude positiva que estes inquiridos mostraram, 40% imagina-se mesmo a criar o seu próprio negócio, curiosamente uma percentagem maior que a média europeia de 38%.

«O principal objectivo do Relatório Europeu de Empreendedorismo que a Amway realiza anualmente é conhecer as tendências europeias para empreender, qual a atitude dos europeus perante a possibilidade de criarem o seu próprio emprego, assim como as vantagens e os obstáculos que encontram no seu país», afirma Monica Milone, Corporate Affairs Manager da Amway Europa, acrescentando que «a atitude dos portugueses é extremamente positiva, 67% das pessoas que participaram interessa-se de facto por este tema e, 40% dos inquiridos afirma mesmo que se imagina a criar o seu próprio negócio. É uma tendência que tem crescido significativamente, principalmente junto dos mais jovens, que registaram uns surpreendentes 76% e, que no presente são os que mais sofrem com as elevadas taxas de desemprego em toda a Europa».

Um dos resultados igualmente interessantes divulgados neste inquérito europeu é o facto de praticamente 74% dos portugueses (78% média europeia) acreditarem que no futuro, num universo laboral moderno, o empreendedorismo vai ter a mesma relevância, ou ser ainda mais importante que actualmente. Ser empreendedor não é uma questão de tendência, é a alternativa que aparenta ser mais provável para um futuro economicamente estável.

«O empreendedorismo tem um papel cada vez mais importante na economia dos países, devemos incentivar o espirito empresarial e apoiar as pessoas com medidas efetivas, dando-lhes formação continuamente. Só assim podemos contribuir para o crescimento económico e para a riqueza do país», assegura a porta-voz da Amway.

Principais Conclusões Nacionais

67% tem uma atitude positiva face ao empreendedorismo

40% imagina-se mesmo a criar o seu próprio negócio

74% acredita que futuramente o empreendedorismo vai ter mais relevância

38% assume independência patronal como principal razão para empreender

64% atribui a falta de capital como o maior obstáculo ao empreendedorismo

25% tem receio de falhar

Principais Conclusões Europeias

69% tem uma atitude positiva face ao empreendedorismo

38% imagina-se mesmo a criar o seu próprio negócio

78% acredita que futuramente o empreendedorismo vai ter mais relevância

45% assume independência patronal como principal razão para empreender

57% atribui a falta de capital como o maior obstáculo ao empreendedorismo

35% tem receio de falhar

Comentários

*
Pesquisa